HOMEOPATIA E CARACTERÍSTICAS HOMEOPÁTICAS

HOMEOPATIA E CARACTERÍSTICAS HOMEOPÁTICAS
Rosmeire Paixão é Homeopata Clássica Terapeuta CONAHOM 1274 email: rosmeire.homeopatias@gmail.com

quarta-feira, 19 de março de 2014

A Homeopatia no tratamento do equilíbrio emocional e mental


Um funcionamento inadequado da psique pode causar tremendos prejuízos ao corpo, da mesma forma que, inversamente, um sofrimento corporal pode afetar a psique; pois a psique e o corpo não estão separados, mas são animados por uma mesma vida. Assim sendo, é rara à doença corporal que não revele complicações psíquicas, mesmo quando não seja psiquicamente causada.” (Carl Jung)



Quando se fala de sentimentos, emoções, sensações e afins, podemos claramente nos lembrar da Homeopatia. As sete emoções básicas relacionadas às funções orgânicas são a raiva, alegria, preocupação, pensamento obsessivo, tristeza, medo e choque. Apesar da conexão mente/corpo ter sido reconhecida relativamente há pouco tempo na medicina ocidental, a interação das emoções e sensações com o corpo físico é um aspecto essencial na Homeopatia e de forma particular e peculiar encontra-se o equilíbrio com esse tratamento, e assim a força vital naturalmente realiza a sua função de cura.



Raiva

A raiva está associada ao fígado: dores de cabeça, vertigens...Numa visão mais a longo prazo, a raiva ou frustração reprimida normalmente causa a estagnação e isso pode resultar em depressão ou desordens menstruais, a violência e seu oposto, essa estagnação causa sérios problemas a saúde.


Alegria 
A emoção da alegria está ligada ao coração. Não descartar o timo. Uma desordem relacionada à alegria pode parecer estranha, já que a maioria das pessoas deseja o máximo de alegria em suas vidas. As desordens dessa emoção não são causadas pela felicidade. O desequilíbrio surge quando entusiasmo ou estímulos excessivos ocorrem ou boas notícias súbitas chegam como um choque para o sistema. O mundo moderno pode chamá-la de doença Bipolar se quiser ou mesmo euforia nociva. Ao avaliar os níveis de estresse, verifica-se todas as fontes de estresse: positivas e negativas. É claro que a morte de um cônjuge ou a perda de um emprego é uma fonte significante de estresse. Porém, um casamento ou promoção no emprego, ainda que seja uma ocasião feliz, também é uma fonte de estresse (pouca gente pensa nisso). Uma pessoa que está constantemente saindo, frequentando festas e vivendo uma vida de excessos, pode acabar desenvolvendo desequilíbrios do coração como palpitações, ansiedade e insônia. 



Preocupação
A preocupação, uma emoção muito comum em nossa sociedade repleta de estresses, pode esgotar a energia do baço. Isso pode causar distúrbios digestivos e acabar levando à fadiga crônica. Uma pessoa que se preocupa muito “transporta o peso do mundo sobre seus ombros”, e isso enfraquece o sistema de defesa do corpo.



Pensamento obsessivo

Pensar excessivamente ou obsessivamente sobre um assunto também pode esgotar o baço, o que causa a sua estagnação. Uma pessoa com essa condição pode exibir sintomas como falta de apetite, esquecimento de se alimentar e inchaço após comer. Com o tempo, a pessoa pode desenvolver uma complexão pálida. Eventualmente, isso pode afetar o coração, fazendo a pessoa sonhar com os mesmos assuntos à noite. Geralmente os estudantes são afetados por esse desequilíbrio. Reparem que o pensamento obsessivo muda a fisionomia do indivíduo, causando palidez. Note também que os sonhos serão recorrentes.



Tristeza 
A tristeza ou pesar afetar os pulmões, produzindo fadiga, falta de ar, choro ou depressão. Tristeza enfraquece e traz medo muitas vezes. Melancolia lembra saudade que lembra tristeza, precisa liberar o corpo da estagnação.



Medo
A emoção do medo está relacionada com os rins. Essa ligação pode ser prontamente percebida quando o medo extremo faz uma pessoa urinar incontrolavelmente. Nas crianças isso também se manifesta quando elas urinam na cama, o que os psicólogos associaram com insegurança e ansiedade. Uma das matérias mais vastas da homeopatia – O MEDO.



Choque 
O choque é especialmente debilitante para os rins e o coração. A reação “lutar ou fugir” causa uma liberação excessiva de adrenalina das glândulas adrenais ou supra-renais, que se localizam sobre os rins. Isso faz o coração responder com palpitações, ansiedade e insônia. Muitos usam arnica Montana e de certa forma funciona, principalmente se esse choque for acompanhado do choque físico. O estresse crônico oriundo do choque pode ser muito debilitante para o sistema inteiro, causando uma ampla gama de problemas. O choque severo pode ter um efeito duradouro sobre o coração, como fica evidente em vítimas da síndrome do estresse pós-traumático.

A Homeopatia através do seu criador Samuel Hahnemann, explorou, analisou e respeitou essas emoções, traduzindo para o ocidente uma forma própria de análise e tratamento. podemos dizer que Hahnemann foi um dos genios ou dos grandes homens que trouxeram mais Luz e Saúde aos nossos dias.

Fonte: How Stuff Works o texto original das “sete emoções negativas da Medicina Chinesa” você pode encontrar aqui http://zephyrus.blog.br/2008/02/as-sete-emocoes-negativas-da-medicina-chinesa/.
http://homeopatiaparamulheres.blogspot.com.br/2011/01/as-sete-emocoes-negativas-da-medicina.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário