HOMEOPATIA E CARACTERÍSTICAS HOMEOPÁTICAS

HOMEOPATIA E CARACTERÍSTICAS HOMEOPÁTICAS
Rosmeire Paixão é Homeopata Clássica Terapeuta CONAHOM 1274 email: rosmeire.homeopatias@gmail.com

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Respeitar as diferenças é sobretudo separar de forma minuciosa a essência de cada medicamento. O seu individual. Aquilo que o torna único.

Gelsemium - O Remédio das grandes sensibilidades
PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS




GELSEMIUM é uma homeopatia singular, muitas vezes pessoas com a expressão forte e resolutas procuram o homeopata porque não param de gripar, não assistem mais televisão [por causa das notícias], tenta se abstrair de tudo e de todos, pois pensa que não pode ficar só nas grises, pois acha que não consegue ficar em pé, mais deseja profundamente que o deixem em paz. O medo de adoecerem é inevitável e monstruoso [às vezes chego a pensar que chamam a doença], além disso, apresenta uma dificuldade enorme para exercícios físicos, chegando a demorar horas para se restabelecer após uma pequena caminhada. Tenho tratado muitas mulheres com essas classificações, entretanto o número de jovens rapazes anda me assustando. Uma informação bastante eficaz é a utilização dessa medicação nos primeiros dias do sarampo. Fico pensando o quantos problemas evitaríamos para essas futuras gerações se esse remédio fosse devidamente utilizado em amplas escala no caso de tal doença.



Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral.

Medo de cair e de adoecer[*]

Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades.
Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes. 
Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Paralisias musculares, cefaléias matinais. Todas as moléstias nervosas com tremores, neuroses profissionais, insônia. O primeiro remédio para as gripes[*] com grande prostração e desejo absoluto de repouso. Coréia.







Sintomas semelhantes x Medicamentos diferentes:


Natrum muriático e Gelsemium sentem-se prostrados, são friorentos e sem sede. Querem ficar só e são tímidos. Natrum não é histérico como Gelsemium, é desesperado e o rei da depressão – esconde seus sentimentos e seu cansaço é por anemia. Sua sede ocupa todos os níveis de segura, afinal ele é o sal.


Quando se trata de ansiedade, esse terreno é farto e pode ser muito confuso: Aconitum sente ansiedade pelos outros e desejam companhia. Sua inquietude e ansiedade são medrosas. Medo de que o coração possa parar. Argentum nitricum tem uma ansiedade muito agitada, por ser muito impulsivo ele quer agir com a maior rapidez possível. Tem certeza que não terá tempo para fazer todas as suas tarefas, por isso, está sempre com pressa; Arsenicum álbum é um deprimido, e melancólico. Alterna excitação e depressão, tem medo de tudo que sobrevêm especialmente quando ele está só, seguido de suores frios, Natrum muriaticum - Ansiosidade por incapacidade de liberar ou expressar sua “Ansiosidade”. Gelsemium é incapaz de assumir responsabilidades e quando o faz, adoece imediatamente.
Nas cefaléias tão comuns ao Gelsemium, elas se apresentam pela manhã, pelas comoções da sua grande sensibilidade e pelo medo, observa-se muito essa medicação nas deficiências oculares como no Buraco Negro, em Belladonna são súbitas, com ira e pulsantes, Sulphur apresenta cefaléias pulsantes e com grande sensibilidade ocular. Gelsemium não odeia o mundo e nem tem a ira como o caminho de Belladona, muito menos é vigoroso como Sulphor.


Alem desses, outros chamam a atenção no que diz respeito a cefaléias: a Ignatiapossui muita sensibilidade, entretanto possui tudo muito enraizado confunde-se pela histeria, pela exaustão mental e física, tudo é transitório e intenso e suas convulsões são devidas ao medo. Ignatia não paraliza.
No caso das cefaléias congestivas, por convulsões, Aconitum é o medo em pessoa, principalmente o de morrer, a extrema angústia por antecipação, Belladonna por sua vez é tudo muito violento, suas convulsões são violentas, Gelsemium tem medo de cair e do que virá da doença em si, da extrema sensibilidade. Embota o pensamento e paralisa o corpo e a mente, Lachesis, paraliza pelo medo e ataca, continua pensando, não só se contorce se arrasta na dor.
No terreno depressivo encontramos: o Gelsemiun evita os transtornos da vida, pela sua sensibilidade aflorada e pela incapacidade de assumir responsabilidades, o Arsenicum não vê saída e se sente só, o que leva o suicídio, a Sépia tem seu temor por ficar pobre e a depressão chega na menstruação por exemplo, o Aurum muriaticumtem sua depressão pelo cansaço da vida e pelo desapontamento, e muito mais se poderia falar aqui, entretanto a depressão é um fator de extrema importância na escolha de uma medicação que pode com facilidade se confundir.


Por ser muito popular, o Gelsemiun possui sintomas importantes, mas que, podem também pertencer a opostos ou a ilustres desconhecidos, principalmente analisados separadamente, usando o terreno físico como marca principal da medicação a ser ministrada. No caso das NEVRALGIAS o negócio fica feio, são eles: Aconitum, Actea racemosa, Allium cepa, Aranea diadema, Arsenicum álbum, Belladonna, Bryonia, Chamomilla, China, Chininum sulphuricum, Coffea, Colocynthis, Gelsemium, Ignatia, Iris, Lac caninum, Kalium bichromicum, Kalmia, Lycopodium, Magnésia phosphorica, Mercurius, Mezereum, Natrum muriaticum, Nux vômica, Phosphorus, Platina, Psorinum, Pulsatilla, Ranunculus, Rhus toxicodendron, Sanguinária, Spigelia, Stannum, Sulphur, Thuya, Veratrum álbum, por exemplo, tem dores nevrálgicas com fraqueza, vômito, colapso, transpiração fria, entretanto o nosso Gelsemiun tem nevralgia na face com dores fortes nos músculos do pescoço e costa. Dor e enrijecimento na região cervical que se estende para a cabeça.


Esse é um dos grandes perigos da Homeopatia banalizada, pegar um sintoma físico muito marcante de um remédio com Gelsemiun: vamos usar os CALAFRÍOS A TARDE, veja só a quantidade de medicações completamente diferentes poderíamos citar: Apis, arsênicum, carbo-animalis, Ferrum, Lycopodium, nux-vômica, dentre outros.
Outro fator comum de erro no diagnóstico é a CORIZA (RINITE), fato esse comum em Aconitum, Allium cepa, Ammonium carbonicum, Arsenicum álbum, Belladonna, Camphora, Dulcamara, Euphrasia, Gelsemium, Kalium iodatum, Kalium sulphuricum, Lac caninum, Mercurius, Natrum muriaticum, Nux vômica, Pulsatilla, Sabadilla e Sanguinária, muitas vezes desprezadas nessa hora e Sulphur. A GRIPE cai pela mesma ruela entre Aconitum, Allium cepa Dulcamara, Eupatorium (pelas grandes dores no corpo e pelo forte abatimento) e Gelsemium (pela prostração e suas fortes dores), em comum o medo da doença e a ansiedade, uma diferença seria a proporção gigantesca da doença, a inquietude sem posição para a dor do Eupatorium.


Na Insônia, um fator este com desdobramento comum na personalidade de um Gelsemiun, temos ela pela fraqueza física, pelo embotamento mental, pelo medo de apresentações públicas, ansiedade mesmo, por exaustão, antecipação e excitação, entretanto a Arnica é pelo susto, choque, Belladonna pela culpa e pela violência, Chamomilla tem medo do vendo e sua agitação sobrevêm da insônia, Coffea tem sua insônia por alegria, por agitação e a noite, Pulsatilla vem com pensamentos repetitivos, Sulphur pelos picos de soneca durante o sono.


Nos casos de Pânico/ataques observamos duas medicações que devemos pautar junto com Gelsemium devido a sua semelhança e as suas distinções:
ü Aconitum tem um estado de pânico súbito, violento, como um terremoto interno, sabe dizer quando vai morrer. Não suporta multidão, nem lugares abertos e nem fechados.
ü Arsenicum Álbum tem paranóia, desconfiança, desespero e sem saída caminha para o suicídio. Tem impulso de matar, tem medo de matar.
ü Gelsemium paralisa com o pânico, tem embotamento cerebral, dá um branco. Seus tremores são de medo de pânico quando se expõe ou se sente exposto.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Vaccinum macrocarpon - Cranberry e infecções urinárias

CRANBERRY 

A Infecção do Trato Urinário (ITU) é uma patologia freqüente, que ocorre em todas as idades, do neonato ao idoso. Durante o primeiro ano de vida, devido ao maior número de malformações congênitas acomete preferencialmente o sexo masculino. A partir deste período, durante toda a infância e principalmente na fase pré-escolar, as meninas são acometidas 10 a 20 vezes mais do que os meninos. Na vida adulta, a incidência se eleva e o predomínio no sexo feminino se mantém, com picos de maior acometimento no início ou relacionado à atividade sexual, durante a gestação ou na menopausa, de forma que 48% das mulheres apresentam pelo menos um episódio ao longo da vida. Na mulher, a susceptibilidade se deve à uretra mais curta e a maior proximidade do ânus com o vestíbulo vaginal e uretra. No homem, o maior comprimento uretral, maior fluxo urinário e o fator antibacteriano prostático são protetores. Considerando-se a população geral, as infecções urinárias são mais comuns em mulheres, na proporção de três para um homem.

A ITU é classificada como não complicada quando ocorre em paciente com estrutura e função do trato urinário normal e adquirida fora de ambiente hospitalar. A avaliação urológica deve ser indicada em neonatos e crianças com infecção persistente após 72 h de terapia, ITU recorrente em homens ou em transplantados renais e também em mulheres com reinfecções freqüentes. (HEILBERG & SCHOR, 2003).Existe consenso de que os microorganismos uropatogênicos como a Escherichia coli colonizam o cólon, a região perianal, e nas mulheres, o intróito vaginal e a região perianal. Posteriormente, processa-se a ascensão facultativa para bexiga e/ou rins, pois em condições normais há competição entre estes microorganismos com a flora vaginal e perineal.

A freqüência dos germes causadores de ITU varia na dependência de onde foi adquirida a infecção, intra ou extra-hospitalar e também difere em cada ambiente hospitalar considerado. Os maiores responsáveis pela ITU são os germes gram-negativos entéricos especialmente a Escherichia coli, que é o mais freqüente, seguido dos demais gram-negativos como Klebsiella, Enterobacter, Acinetobacter, Proteus, Pseudomonas, dentre outros. Além destes, na maioria das séries americanas, o Staphylococcus saprophyticus, um germe gram-positivo, tem sido apontado como segunda causa mais freqüente de ITU não complicada. O diagnóstico de ITU por S. saprophyticus é por vezes difícil, pelo fato de apresentar um crescimento muito lento em urocultura e também porque este agente pode ser confundido com outro. (HEILBERG & SCHOR, 2003).

Existem também vários fatores predisponentes do hospedeiro que participam na patogenia da ITU: Obstrução do trato urinário, Refluxo vésico-ureteral, Cateterização urinária, Gravidez, Diabetes mellitus, Relação sexual / Métodos contraceptivos, Prostatismo, Idade avançada e Transplante renal.

Os sintomas clínicos no indivíduo adulto característicos de cistite são a disúria (dificuldade para urinar), polaciúria ou aumento da freqüência urinária, urgência miccional, dor em baixo ventre, arrepios de frio ou calafrios, com presença ou não de dor lombar. Podem fazer parte do quadro clínico mal-estar geral e indisposição. No indivíduo idoso é comum dor abdominal ou distúrbio de comportamento na ITU. Em crianças o principal sintoma pode ser dor abdominal. Em recém-nascidos, o diagnóstico clínico de ITU se torna suspeito quando na presença de icterícia fisiológica prolongada associada ou não à perda de peso (30% dos casos), hipertermia, presença de complicações neurológicas (30%), diarréia, vômitos ou cianose. Em lactentes, o déficit pôndero-estatural, diarréia ou constipação, vômitos, anorexia ou febre de etiologia obscura, podem levar a suspeita de ITU. Por fim, na faixa pré-escolar os sintomas podem ser: febre, enurese (micção noturna), disúria ou polaciúria. No adulto, existe superposição entre os sintomas clínicos de ITU “baixa” vs “alta” (cistite vs pielonefrite). No entanto, a febre e a dor lombar são muito mais comuns na pielonefrite, que se acompanha também de toxemia e queda do estado geral mais importante.

A profilaxia de ITU está indicada principalmente em mulheres com ITU recorrente, que apresentem mais do que duas infecções por ano, ou quando da presença de fatores que mantém a infecção como cálculos.

Algumas recomendações para o manuseio não medicamentoso de pacientes com ITU recorrente ou com bacteriúria assintomática incluem:

a) aumento de ingestão de líquidos;

b) urinar em intervalos de 2 a 3 horas;

c) urinar sempre antes de deitar ou após o coito; evitar o uso de diafragma ou preservativos associados a espermicida (para não alterar o pH vaginal);

d) evitar banhos de espuma ou aditivos químicos na água do banho (para não modificar a flora vaginal);

Outras medidas não medicamentosas também têm sido sugeridas para redução de recorrência em ITU como a ingestão de “Cranberry” (Vaccinium macrocarpon), que inibe a expressão de fimbrias da E. coli. (HEILBERG & SCHOR, 2003). 

Cranberry um potente oxidante e preventivo da ITU

O Cranberry é uma fruta diferente de qualquer outra do mundo. Nos Estados Unidos ela tem um importante papel nos tradicionais feriados e é símbolo de uma vida saudável. Sua história data de centenas de anos, por volta de 1620, quando americanos misturavam carne de alce com uma pasta, elaborada com a fruta, para conservar o alimento por um longo período. Além disso, também usavam o suco vermelho como tinta natural na coloração de tapetes, cobertores e roupas e, ainda, acreditavam em suas propriedades anti-sépticas, pois utilizavam o Cranberry em ferimentos causados por flechas venenosas. Conta à lenda que os peregrinos serviram 
Cranberries no primeiro dia de Ação de Graças em Plymouth, juntamente com peru selvagem. Durante a 2ª Guerra Mundial, tropas americanas solicitavam em torno de um milhão de quilos de Cranberries desidratadas, por ano, como forma de alimentação saudável para os soldados.

O Cranberry é uma planta nativa da América do Norte que apresenta em sua composição antocianidinas, flavonóides, proantocianidinas, taninos condensados e ácidos fenólicos, estes componentes podem impedir a adesão de certas bactérias, incluindo a Escherichia coli, associada às infecções do trato urinário. As propriedades de anti-adesão do Cranberry podem também inibir as bactérias associadas à úlcera estomacal. Pesquisas científicas recentes também demonstram que o Cranberry contêm quantidades significativas de antioxidantes e outros fitonutrientes com o potencial de impedir danos oxidativos causados pela espécie reativa do oxigênio deste modo, protege o organismo contra doenças cardiovasculares e câncer.

Nome comum: Cranberry
Nome científico: Vaccinium macrocarpon
Família: Ericaceae
Parte usada: Fruto

Vaccinium Macrocarpon - Prevenção e tratamento infecções urinárias

Fonte suplementar de antioxidantes (fenólicos) – estes antioxidantes podem ter um papel importante na prevenção de doenças do coração e em determinados tipos de câncer;
Um componente de alto peso molecular do Vaccinium Macrocarpon tem a habilidade de reverter e inibir a agregação de determinadas bactérias orais responsáveis pela placa dental edoenças peridentais “in vitro”;
Um constituinte de alto peso molecular presente no suco de Vaccinium Macrocarpon foi usado para inibir a adesão do H. pylori no fluído gástrico “in vitro”. Estes resultados preliminares sugerem que o Vaccinium Macrocarpon pode ser benéfico na prevenção de úlceras pépticas com a inibição da adesão do H. pylori no epitélio gástrico;
Os flavonóides foram mostrados como potentes antioxidantes “in vitro” e “in vivo” e podem reduzir o risco da aterosclerose. Por conter quantidades significativas de flavonóides e de compostos polifenólicos que foram demonstrados para inibir a oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL) ou “mau colesterol”;
James Joseph, Ph.D. e Bárbara Shukitt-Hale Ph.D. têm demonstrado a habilidade do Vaccinium Macrocarpon em proteger as células nervosas dos danos causados por radicais livres e das perdas subseqüentes das funções cognitivas. Ratos nutridos de dietas suplementadas com Vaccinium Macrocarpon são passados por uma série de testes para avaliar sua função neural comparada a um grupo de controle. Os resultados preliminares indicam que é convincente a evidência de que o Vaccinium Macrocarpon pode ajudar a proteger o cérebro dos danos neurológicos.


Eficácia:

Critical Reviews in Food Science and Nutrition relatou em uma experimentação clínica preliminar o uso do enxagüatório bucal contendo Vaccinium Macrocarpon, as amostras de saliva do grupo experimental mostraram a redução da formação de colônias de Streptococcus mutans comparado ao grupo placebo. Uma grande porcentagem da cárie dental pode ser atribuída ao S. mutans.


Ingestão do suco de Vaccinium Macrocarpon promove a redução da aderência da E. coli nas células uroepiteliais da bexiga urinária.

As infecções do trato urinário são responsáveis por mais de 11 milhões de visitas ao médico anualmente nos Estados Unidos e tornaram-se cada vez mais resistentes à terapia com antibióticos. Este estudo recente, sugere que as proantocianidinas do Vaccinium Macrocarpon (taninos condensados) podem inibir a adesão da E.coli às células epiteliais do trato urinário, impedindo, desta forma, a ocorrência da infecção.

Foram utilizadas seis cepas uropatogênicas da E. coli previamente isoladas de pacientes com infecção do trato urinário sintomática. Foi testada sua habilidade de adesão na linha celular T24 da bexiga, in vitro.
Resultados

Não houve diferenças significativas no pH e na gravidade específica entre as amostras de urina coletadas após a ingestão do Vaccinium Macrocarpon ou do placebo. Após a ingestão do Vaccinium Macrocarpon foi observada uma redução significativa, dose-dependente na aderência bacteriana.

Conclusão

Comparado ao placebo, a ingestão de suco de Vaccinium Macrocarpon promove atividade antiaderente significativa contra diferentes cepas uropatogênicas da E. coli na urina.

Eficácia do suco de Vaccinium Macrocarpon na infecção por H pylori (Helicobacter pylori). 
Uma experimentação randomizada Placebo-Controlada, Duplo-Cega. Materiais e métodos 189 adultos infectados pela bactéria H. pylori foram divididos aleatoriamente em dois grupos: 97 adultos ingeriram o suco de Vaccinium Macrocarpon (250 ml) e 92 adultos o placebo, ambos durante 90 dias. O grau de infecção do H. pylori foi determinado usando o teste da respiração (13C-urea).
Resultados

Os resultados foram significativos, pois após 90 dias, o grau de infecção foi determinado e 14 dos 97 adultos (14,43%) do grupo que ingeriu o suco de Vaccinium Macrocarpon e 5 dos 92 adultos (5,44%) do grupo do placebo tiveram resultados de teste negativos da respiração (13C-urea).

O consumo regular do suco de Vaccinium Macrocarpon pode suprimir a a infecção do H. pylori em populações infectadas e com propensão ao câncer gástrico.


segunda-feira, 7 de maio de 2018

Nux vomica - A Personalidade Homeopática

Tendência ao vício, levado pela depressão, torna-se até violento; "um barril de pólvora"; pode ser fechado e rabugento; sempre levanta questões contraditórias tornando o ambiente, antes calmo, em agitado; mesmo astuto e bem sucedido, esquece-se de tudo e age insensatamente; usa linguagem indelicada; disposição não intelectual devida à relutância em se concentrar e na impaciência; natureza autoritária; usa os outros para atingir suas ambições.

É freqüentemente o primeiro remédio, indicado após a administração medicamentosa, por tanto, estabelece uma espécie de equilíbrio de forças e neutraliza efeitos crônicos.” (HOMEOPATIA MATÉRIA MÉDICA by William BOERICKE, MD por William BOERICKE, MD).






Antes de qualquer coisa, Nux vomica nos faz entender o confrontamento da essência do paciente com a essência da medicação. (Vithoukas). 

Nux vomica (Strychnos nux-vomica L.) também conhecida como noz-vómica, noz-vomitória ou fava-de-santo-inácio é uma planta medicinal da família das Loganiaceae. É uma fonte importante dos alcaloides estricnina e brucina, altamente venenosos, extraídos das sementes dos frutos arredondados, verdes a alaranjados, da árvore. As sementes contém aproximadamente 1,5 % de estricnina e as extremidades florais dessecadas contém por volta de 1, 0 %.. O caule é também utilizado para extrair brucina, além de outros compostos venenosos, tais como a vomicina e a colubrina. (
Wikipédia)


É o maior de policrestos, porque a maior parte dos seus sintomas corresponde à semelhança com as dos mais comuns e mais freqüentes de doenças, doenças do mundo moderno, das grandes cidades. 

*Temperamento ardente por zelo;
*Justiceiro e Verdadeiro, Responsável e Eficiente;
*Dá muito valor ao trabalho, tornando-se um maníaco pelo trabalho, assim sendo, esse o domina;
*Irritabilidade, (algumas vezes mantida interiormente), é ambicioso e competitivo a um grau patológico,
*Tem medo do casamento;
*Ele é super irritado, super chato, super cri cri, super estressado, super sensível, é quase um super homem da competência;
*Não aceita limites e limitações, pois é extremamente confiante de si mesmo e arrogante,
*Nux chora de raiva;
*Possui uma disposição suicida, seja por arma de fogo ou por jogar-se, mesmo possuindo impulsos violentos, lhe falta coragem para tirar a própria vida;

Busca energia e conforto em estimulantes como café, álcool, drogas e bebidas alcoólicas,
Comete abusos de medicação (alopática).
*Não existe um Nux vomica de estômago limpo, pelo abuso de estimulantes, ou de comida ou de bebida.



*É acometido da chamada depressão intelectual com falta de concentração.
Nux Vômica possui o sentimento intoxicado, o esforço mental é pior de manhã, ocorrendo também depois do jantar.

*Irritável, disposição colérica e ansiosa com relação a pequenas coisas. Aborrecido, o tempo lhe parece intoleravelmente longo, passa lentamente”.

*Com uma vitalidade inextinguível, ardentes, hiperagitados, inclinados ao vício, excessivamente estimulados, obsessivos ou exaltados, não apenas sexualmente, mas também pelo conhecimento, experiência, entendimento, paixão por uma causa e pela própria vida”

*Esse paciente, na sua grande maioria consegue manobrar o rumo das coisas, modificando o estado bruto da sua essência em se tratando de aplicabilidade.

Lembre-se: É necessário a avaliação homeopática bem feita para eleger qual o melhor medicamento em cada caso e, o mais importante, em qual "potencia"  e escala homeopática deverá ser tomado.

Referencia: http://homeopatiaparamulheres.blogspot.com.br/2010/11/nux-vomica-o-rei-da-luxuria.html


sexta-feira, 20 de abril de 2018

Saiba como a Homeopatia trata neste video com Dr. Marcus Zulian Teixeira



Saiba o que é e como funciona a Homeopatia. Muitas pessoas ainda tem dúvida sobre ela e às vezes tem preconceito, mas é um método muito efetivo e pode ajudar em diversos problemas de saúde.


quarta-feira, 7 de março de 2018

ALGUMAS DOENÇAS E SUAS CAUSAS METAFÍSICAS







Alergia

Na metafísica a alergia é desencadeada pelo estado de alerta diante das situações da vida e a tendência a ficar na defensiva ao encará-las; Isso gera tensão e medo que é interpretado como um estado emocional abalado. Ele se manifesta nos momentos de enfrentar essas situações difíceis.

Para se trabalhar interiormente procure não ficar na retaguarda, apavorada e se preparando para uma situação como se fosse uma grande batalha a enfrentar. 

Urticária

A pele metafisicamente representa um órgão do contato, manifestar aquilo que lhe é próprio. Frustrando a expectativa manifestadora, a insatisfação de não ter realizado aquilo tudo que gostaria, faz com que a integridade pessoal fique abalada.
É. Necessário respeitar os seus limites, não fazer tanta expectativa acerca do seu próprio desempenho nas situações externas. O que for possível de ser feito será de bom grado.

Sabotar a capacidade de ser bom nas coisas que se propõe a realizar.


Aprender a se amar e se respeitar, a não se agredir, a lidar com o poder e controle da situação se por do próprio lado para vencer os desafios da existência. Tenha em mente que tudo na vida passa, menos o direito de ser feliz. Essa é uma conquista do espírito e um direito nosso. O maior poder está sobre si mesmo e não nas situações externas. 

Coceira

A pele metafisicamente representa um órgão do contato, manifestar aquilo que lhe é próprio. Frustrando a expectativa manifestadora, a insatisfação de não ter realizado aquilo tudo que gostaria, faz com que a integridade pessoal fique abalada.
É. Necessário respeitar os seus limites, não fazer tanta expectativa acerca do seu próprio desempenho nas situações externas. O que for possível de ser feito será de bom grado.

Alzheimer

A degeneração das células nervosas, metafisicamente, é o "deteriorar dos conteúdos internos". Representa que a pessoa ao longo da vida não conseguiu manter adequadamente o seu poder sobre as questões da vida. Não se auto dirigiu, nem tampouco conseguiu ser bem sucedido na excussão das suas próprias coisas. Pode-se dizer que em vez dele ter sido um vitorioso, por conseguir resultados que o realizassem, sente-se derrotado.No tocante a agressividade que explode em alguns momentos, refere-se ao quanto ele se conteve durante a vida.
É preciso que os cuidadores, nesse momento, tenham força. Que a tolerância e a compreensão sirvam como bálsamos evitando a revolta e indignação.Que esta doença sirva de lição: Viver respeitando seus limites, preservar as condições internas, e principalmente, não deteriorar aquilo que é precioso num ser humano, o seu próprio senso e o seu poder de decidir e agir, de acordo com seus valores internos. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.4. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Bexiga e infecção urinária


Infecção urinária metafisicamente refere-se a conflitos no relacionamento, irritação com aquele que está do seu lado, geralmente a maior causa dessa irritação não é bem o que a pessoa faz ou deixa de fazer, o que mais incomoda mesmo é pelo fato de ser sempre assim na sua vida, as coisas sempre foram assim com você. Então na verdade aquilo que o outro apresenta te afeta por ser algo que você vivenciou e não se desprendeu.

Pare de se lamentar com os seus infortúnios afetivos e curta aquilo de bom que acontece com você. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.2. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Cistite

Infecção urinária metafisicamente refere-se a conflitos no relacionamento, irritação com aquele que está do seu lado, geralmente a maior causa dessa irritação não é bem o que a pessoa faz ou deixa de fazer, o que mais incomoda mesmo é pelo fato de ser sempre assim na sua vida, as coisas sempre foram assim com você. Então na verdade aquilo que o outro apresenta te afeta por ser algo que você vivenciou e não se desprendeu.

Pare de se lamentar com os seus infortúnios afetivos e curta aquilo de bom que acontece com você.

Cabelo, queda

No âmbito metafísico, os cabelos representam nossa defesa e proteção. Porque eles caem? Por que não estamos dando fiança àquilo que sentimos ou pensamos. Por não ter segurança em si, a pessoa apega-se ao que advém dos outros para sentir-se protegida e segura.


Procure resgatar aquilo que lhe é próprio. Sentir-se bem com aquilo que decide, com as medidas tomadas na vida; com a forma de pensar e agir. Afiançar a suas próprias decisões. Basicamente essas atitudes metafisicamente são benéficas ao cabelo, fortalecendo o bulbo capilar.

Cálculo na Vesícula

O padrão metafísico refere-se ao fato da pessoa protelar sua expressão, deixando para depois a manifestação daquilo que chateia e acaba não expressando. É algo como excesso de tolerância. Precisa resgatar a autenticidade e ser mais preciso na colocação daquilo que incomoda.


A vesícula não tem vias de eliminação desses cálculos, nesse caso só a desmaterialização resolveria o problema e isso é muitíssimo raro de alguém alcançar. Vale a pena trabalhar as causas metafísicas para não guardar tantas emoções e indignações que não são expressas. Procure um bom cirurgião gastro, e retire sua vesícula, você vai sentir-se melhor sem ela. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Catarata no olho direito

No tocante a causa metafísica da catarata, refere-se à dificuldade de encarar as verdades acerca das pessoas que estão do seu lado. Admitir que os outros não são como você que fossem, ou ainda não têm um grande sentimento em relação a você, ou eles não são de boa índole, como você gostaria que fossem.

Não é fácil encarar algumas verdades que estão por trás das aparências, mas é necessário admitir isso, pos um dia elas vêm à tona, é melhor estar preparado para não se decepcionar.


Cólica menstrual


Metafisicamente, problemas menstruais refere-se a dificuldade de lidar com as mudanças. No tocante a cólica refere-se a apego. Permanecer apegado a uma situação e não realizar as transições necessárias.


Na vida muitas mudanças ocorrem, é necessário que a mulher desenvolva a capacidade de realizar as transições para manter a harmonia da convivência. Avalie o nível de apego que evitou a renovação em algum setor da vida. É importante trabalhar o desprendimento e reforçar o propósito de adaptar-se as diversas situações da vida. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.2. Autores: Valcapelli e Gasparetto.Colite


No âmbito metafísico a colite está relacionada a constituição de laços familiares e afetivos com caráter de dependências, impedindo o crescimento pessoal. Profunda irritação pela situação que provocou o rompimento de uma relação simbiótica.

É importante se dar o direito de se sentir arrasado com os fatos e não permitir que as ocorrências externas acabem com o seu bem-estar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Dentes


No Âmbito metafísico os dentes representam firmeza de caráter e capacidade de tomar decisões na vida. Portanto, problemas referem-se a insegurança, dúvidas que abalam a força realizadora.


Procure desenvolver a segurança necessária para tocar seus projetos de vida, não se deixar abalar pelas situações ao redor. Acredite, você pode e também é capaz de conquistar a felicidade, basta ser mais determinada. Saiba mais sobre o assunto nolivro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Dentes, canal

Metafisicamente os problemas que afetam o canal dos dentes estão relacionados a profundos abalos nas crenças da pessoa. É como sofrer sérias decepções e passar a questionar à respeito daquilo que acreditava.

A medida que a pessoa supera essa invasão e se refaz interiormente, qualquer tratamento será muito bem sucedido. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Depressão

Quando nos sentimos fragilizados e abatidos é porque não desenvolvemos uma boa estima, não preservamos o auto valor, nem tampouco mantemos nosso amor próprio. Não é fácil sair dela sozinha, a ajuda de um psicólogo, que te leve ao encontro consigo mesmo, torna-se indispensável.

Comece a dar a si tudo aquilo que você esperava dos outros. Seja sua própria companheira, faça as pazes consigo que a felicidade será conquistada.

Diabete

No âmbito metafísico o diabético é um indivíduo que tem um histórico de vida repleto de frustrações e sofrimentos, que o tornaram triste, rancoroso e pessimista, não conseguem se desprender das mágoas. A pessoa perde o gosto pela vida.


Procure apoiar-se em si mesmo. Não dependa das condições externas para melhorar seu mundo interno. Resgate o potencial do ser. Aprimore a qualidade interna, isso será de grande ajuda para apreciar com mais ênfase as situações que te cercam. Abandone o pessimismo e assuma o otimismo, que a vida vai melhorar, e a saúde fará parte de seus dias. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Diverticulite

Metafisicamente, refere-se a um estado interior de saudosismo e arrependimento. Trata-se de alguém triste e amargurado, ou porque as coisas a sua volta não corresponderam aquilo que idealizou, revoltado por deparar-se a fatos que comprovam que todos os esforços para as realizações foram em vão,ou por abster-se da companhia de pessoas queridas para investir numa condição ideal para o futuro,ou ainda por alguém que não correspondeu a tudo o que fez, melhor dizendo, é a condição metafísica desencadeadora da infecção dos divertículos existentes nas paredes do intestino grosso.

Para reverter essa condição interna, é necessário desprender-se dos golpes da vida provocados por aqueles que consumiram toda a sua atenção e dedicação e não tiveram a dignidade de corresponder a tudo o que receberam. Perdoe-os. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Dor de cabeça

Metafisicamente dor de cabeça representa uma resistência em acatar acontecimentos inusitados da vida, se opor e não admiti-los. Ficar indignado com tais episódios.

Reflita se não existe algo te pressionando, obrigando-lhe a fazer determinada coisa que te deixe indignado, ou ter que acreditar em algo que não concorda? Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.4. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Dor de dente

No Âmbito metafísico os dentes representam firmeza de caráter e capacidade de tomar decisões na vida. Portanto, problemas referem-se a insegurança, dúvidas que abalam a força realizadora.


Procure desenvolver a segurança necessária para tocar seus projetos de vida, não se deixar abalar pelas situações ao redor. Acredite, você pode e também é capaz de conquistar a felicidade, basta ser mais determinada.

Endometriose


Metafisicamente é a tentativa da mulher em se afirmar como pessoa diante daqueles que a cercam. O mecanismo adotado para alcançar esse objetivo é o de querer que os outros sejam iguais a si, que pensem e ajam à sua maneira. “se todos forem iguais a mim, não vou me sentir inadequado”.Isso representa não estar seguro quanto ao seu próprio jeito de ser.

Ficar seguro de que temos o direito de ser diferente dos outros, agir a nossa maneira sem querer "forçar a barra" para que as pessoas também sejam assim; respeitar o nosso estilo e deixar que cada um faça a sua maneira.

Enjôo

Resistência àquilo que se desenrola ao redor. O padrão metafísico apresenta tendência a recusar interagir com aquilo que não gosta ou mesmo que não vai ao encontro de seus anseios, rejeição a fatos não agradáveis.

Nem sempre as coisas são como agente quer, evite o mimo. Saiba mais sobre o assunto no livro:Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Epilepsia


Metafisicamente a epilepsia representa uma intensa descarga de impulsos recalcados, o ataque epilético é a explosão desses impulsos guardados manifestados em uma única vez.Geralmente é alguém impulsivo, criativo, que se apaixona facilmente pelas pessoas e pelas coisas; porém reprime todo esses entusiasmos tornando-se uma pessoa moderada e as vezes até pacata.

Não contenha sua emotividade, é importante estar sempre atendo a construir oportunidades para agir. Nunca se cale, encontre um meio de se pronunciar; nunca pare, encontre um meio de algo realizar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.4. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Erisipela

A erisipela representa os ferimentos obtidos no contato com a realidade. O quanto a pessoa se machucou no contato com aqueles que a cercam. Ela não se desprende de tudo o que aconteceu de ruim na realidade, com isso é consumida pelo arrependimento do que fez ou pela lembrança dos episódios nocivos que presenciou no passado.

Para reverter o processo: desprender-se do passado e ser plena no presente, parar de cultivar as chagas vivenciadas e aproveitar a oportunidade que a vida oferece no presente.

Espinhas

Não se aceitar da forma que se apresenta aos outros. Eleger-se (talvez) impura ou indigna quanto a maneira que se coloca perante os outros. Resumindo falta de auto aprovação.

Para mudar o padrão: se aprove, se respeite, aprimore o jeito de ser. Sinta-se puro e respeitável diante das pessoas.

Estria

Resumidamente a metafísica da estria refere-se a pessoa romper consigo mesma frente àqueles que a cercam; não falar aquilo que pensam, nem tampouco preservarem suas características pessoais. A pele metafisicamente é o órgão do contado, assim, quanto não evidenciamos aquilo que somos, para se adaptar ao meio em que vivemos, rompemos com nossa essência.

Procure ser mais fiel a si mesma, seja sincera agindo a sua maneira. Não é nada arriscado falar o que pensa, ao contrário, você irá ficar satisfeita consigo mesma.Febre


No âmbito metafísico esse padrão refere-se a um estado de profunda irritação contida.

É importante elaborar o nervosismo e permitir que expresse suas irritabilidades.

Fibroma

Resumidamente O útero refere-se a maneira de ser, o estilo e característica da mulher. Aquele jeito só da pessoa em lidar com os acontecimentos. Quando bloqueia essa natureza e adota nova conduta, sem respeitar seu jeito de ser. Metafisicamente é bloqueio e negação da originalidade.

Faz-se necessário resgatar o estilo próprio. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.2. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Fibromialgia
Dor Facial

Metafisicamente os músculos referem-se a capacidade realizadora, já a face corresponde a auto imagem; dor é o reflexo de ferir-se ou punir-se.Assim, a fibromialgia é uma condição física que reflete o conflito da auto-imagem. A atitude rígida para consigo mesmo, condenar-se ou arrepender-se pelo que faz, ficar achando que deveria mais ou fazer melhor.

Para mudar a atitude interior, é necessário ficar mais do seu lado, respeitar seus limites e compreender que fazemos num momento aquilo que está ao nosso alcance. Não podemos ficar nos cobrando, isso desgasta a energia necessária para realizar o que é preciso.Furúnculo


Metafisicamente furúnculo representa uma reprovação das próprias características, negar seu jeito de ser.

É importante resgatar a auto aprovação, se aceitar, e não deixar que alguns conceitos externos causem transtornos de aceitação para consigo.

Gastrite


A gastrite refere-se metafisicamente a irritação com o que se passa ao redor. Preocupação excessiva com os episódios que estão a nossa volta.


Procure ser mais tolerante e menos tenso com o que se passa com você. Procure nutrir pensamentos saudáveis. Saiba mais sobre o assunto no livro:Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Glaucoma



Metafisicamente o Glaucoma é um reflexo no físico, do quanto a pessoa se sente pressionada e responsável pelas situações que se passa ao redor. Geralmente essa autocobrança existe nas pessoas propensas a assumir exageradamente aquilo que está a sua volta.
É importante desenvolver a fé nos melhores resultados, a confiança nos processos da vida, deixar de assumir as responsabilidades dos outros e se culpar por aquilo que acontece de ruim.

Glóbulos brancos, baixo nível



Metafisicamente os glóbulos brancos representam nossa integridade pessoal, a capacidade de não se deixar abater por nenhuma interferência do meio externo. Baixo nível desses glóbulos é indício de que estamos nos sentindo abatidos ou até vencidos por alguma situação que abala a nossa certeza.
É necessário fortalecer as condições internas para que nada abale a certeza nos melhores resultados.

Gordura, obesidade


Reflete a necessidade de defesa e proteção, um sentimento de vazio e insegurança, bem como a dificuldade de viabilizar os planos.


Não permita que seus receios sufoquem sua expressão na vida Sinta-se livre e disposto a ser o que você é. Não veja a vida como se fosse arriscada e perigosa; nem tampouco as pessoas como juizes que estão prontos a te recriminar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Gordura localizada


Gordura localizada representa estar se poupando da livre expressão, não deixar fluir a sua capacidade articuladora,a criatividade e flexibilidade.


Não permita que seus receios sufoquem sua expressão na vida Sinta-se livre e disposto a ser o que você é. Não veja a vida como se fosse arriscada e perigosa; nem tampouco as pessoas como juizes que estão prontos a te recriminar.Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.Gordura - na região abdominal


Gordura localizada no abdome representa a postura em defender-se do ambiente, medo de ser afetado pelas situações nocivas que estão a sua volta. Esse é um fator metafísico, o outro é a negação das suas vontades, repressão dos seus impulsos.


Não permita que seus receios sufoquem sua expressão na vida Sinta-se livre e disposto a ser o que você é. Não veja a vida como se fosse arriscada e perigosa; nem tampouco as pessoas como juizes que estão prontos a te recriminar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Gordura na região do culote


Gordura localizada representa metafisicamente estar se poupando da livre expressão, não deixar fluir a sua capacidade articuladora. O acúmulo de gordura no culote ou ancas representa falta de jogo de cintura nas situações práticas do cotidiano e contenção da impulsividade.


Não permita que seus receios sufoquem sua expressão na vida Sinta-se livre e disposto a ser o que você é. Não veja a vida como se fosse arriscada e perigosa; nem tampouco as pessoas como juizes que estão prontos a te recriminar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Gordura na região dos braços


Gordura localizada representa estar se poupando da livre expressão, não deixar fluir a sua capacidade articuladora, a criatividade e flexibilidade, Nos braços, diz respeito as suas tarefas.


Não permita que seus receios sufoquem sua expressão na vida Sinta-se livre e disposto a ser o que você é. Não veja a vida como se fosse arriscada e perigosa; nem tampouco as pessoas como juizes que estão prontos a te recriminar. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Tosse

Tosse, representa conteúdos (crenças e valores) profundamente arraigados. Quando tossimos, é como se nosso corpo se mobilizasse para despojar as informações que um dia nos foram úteis, no entanto hoje impede de agir livremente, com segurança e fé.
É preciso fazer uma reformulação dos valores internos, para se despojar daquilo que dificulta sua fluidez na vida atual. Confie e se renove. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Inchaço nas pernas

Os aspectos metafísicos relacionados ao inchaço, refere-se a uma atitude de recolhimento e falta de entrega à vida e às situações existenciais

É importante que você tenha um bom nível de entrega, sentindo-se em condições de ser bem sucedido.

Labirintite


Metafisicamente a labirintite representa fuga ou negação daquilo que está ao redor, como ouvir algo que o chateia profundamente e se negar a encarar aquilo, acionando assim os processos somáticos da labirintite provocando a tontura.


Reflita a respeito de acontecimentos que você viveu recentemente, que ainda não está resolvido, procure se despojar daquilo que te aflige, superando os sentimentos de excessiva indignação e aceitando a verdade dos fatos. Saiba mais sobre o assunto nolivro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Má drenagem linfática

Os aspectos metafísicos relacionados ao Sistema Linfático, resumidamente, referem-se a uma atitude de recolhimento e falta de entrega à vida e às situações existenciais.
É importante ter um bom nível de entrega, sentir-se em condições de ser bem sucedido. Não permita que o fantasma do medo do futuro torne-o inseguro.

Maxilar, ATM


ATM, refere-se à dosagem da força agressiva, a mobilização da nossa força perante os outros.


Refletir acerca de seu esforço para convencer os outros sobre o que você acredita; basta você crer. Caso você queira que os outros acreditem também, procure provar as coisas com ações e não com explicações. Ainda assim, sua movimentação para transmitir aos outros uma imagem melhor de si, pode estar sendo exagerada. Procure mover-se na vida focada mais no significado que as coisas têm para você, do que na repercussão de seus gestos. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Mioma do útero, fibroma


O útero refere-se a maneira de ser, o estilo e característica da mulher. Aquele jeito só da pessoa em lidar com os acontecimentos. Quando bloqueia essa natureza e adota nova conduta, sem respeitar seu jeito de ser, metafisicamente é bloqueio e negação da originalidade.
É necessário resgatar o estilo próprio. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.2. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Náusea


Resistência àquilo que se desenrola ao redor. O padrão metafísico apresenta tendência a recusar interagir com aquilo que não gosta ou mesmo que não vai ao encontro de seus anseios, rejeição a fatos não agradáveis.

Nem sempre as coisas são como agente quer, evite o mimo. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1 Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Nódulos na virilha

Metafisicamente representa bloqueios na intimidade do prazer. Dificuldade de se relacionar com aquilo que proporciona prazer e satisfação. Isso pode se manifestar tanto na vida íntima (sexual) como nas atividades prazerosas da vida.
É importante superar as dificuldades encontradas nestas áreas da vida. Se permita fazer o que você gosta e te faz bem Assumir o direito de ser feliz e realizado.

Olhos, Pálpebras


Os olhos representam a capacidade de desvendar aquilo que está por trás do que acontece, ou seja, as verdades dos fatos. As pálpebras se relacionam com o direito de nos poupar para não sofrer.


Reflita acerca daquilo que vêm acontecendo, as descobertas que vem fazendo, e o quanto essa verdade o tem abalado. Não queira continuar se enganando. A verdade é o caminho mais curto para o sucesso pessoal e afetivo.

Sinusite

Sinusite metafisicamente refere-se à irritação provocada pelas pessoas que te rodeiam. A verdadeira causa dessa irritação não é bem o que a pessoa faz, mas sim o fato dela não corresponder ao que você esperava que fizesse.

Procure esperar menos das pessoas e viver mais aquilo que elas tem para te oferecer como amizade, parcerias etc. Saiba mais sobre o assunto no livro:Metafísica da Saúde vol.1. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Sistema linfático

Os aspectos metafísicos relacionados ao Sistema Linfático, referem-se a uma atitude integradora, acrescida de um sentimento de integridade. melhor dizendo sentir-se bom o bastante para aquilo que pretende realizar na vida.
É importante ter um bom nível de entrega, sentir-se em condições de ser bem sucedido na vida.

Tendinite

Quanto aos aspectos metafísicos da tendinite: refere-se a maneira complicada de realizar as tarefas. Se cobrar muito quando não consegue dar conta daquilo que esperava fazer. Sente-se limitado e não acha que está fazendo o suficiente.


Atitudes saudáveis: Procure realizaras as tarefas sem tanta cobrança para não se chatear quando não atingir os objetivos. Sobretudo, não se abale com os resultados; se eles não forem promissores, procure satisfazer-se pelo fato de algo ter feito em prol dos outros ou dos meios. Pense: fiz minha parte; o possível está feito, o impossível não cabe a mim. Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.3. Autores: Valcapelli e Gasparetto.

Triglicérides

Metafisicamente o triglicérides refere-se a rupturas familiares que deixam seqüelas emocionais. Podem se ocasionadas por alguém, e que tenta a todo custo ser aceito novamente ou por um fator, que não coube a própria pessoa, mas ela sente-se na obrigação de reatar os laços.
É importante que a pessoa tire essa obrigação excessiva e até neurótica de reorganizar o meio familiar, ser aceita ou unir a todos os integrantes da família. Na trajetória tem momento para tudo, esse, de união familiar, por mais dolorido que seja, já passou.

Túneo do Carpo


Quanto aos aspectos metafísicos da tendinite: refere-se a maneira complicada de realizar as tarefas. Se cobrar muito quando não consegue dar conta daquilo que esperava fazer. Sente-se limitado e não acha que está fazendo o suficiente.


Atitudes saudáveis: Procure realizaras as tarefas sem tanta cobrança para não se chatear quando não atingir os objetivos. Sobretudo, não se abale com os resultados; se eles não forem promissores, procure satisfazer-se pelo fato de algo ter feito em prol dos outros ou dos meios. Pense: fiz minha parte; o possível está feito, o impossível não cabe a mim.

Uretrite

Infecção urinária metafisicamente refere-se a conflitos no relacionamento, irritação com aquele que está do seu lado, geralmente a maior causa dessa irritação não é bem o que a pessoa faz ou deixa de fazer, o que mais incomoda mesmo é pelo fato de ser sempre assim na sua vida, as coisas sempre foram assim com você. Então na verdade aquilo que o outro apresenta te afeta por ser algo que você vivenciou e não se desprendeu.
Pare de se lamentar com os seus infortúnios afetivos e curta aquilo de bom que acontece com você. 


Útero, cisto hemorrágico


Metafisicamente refere-se a bloqueio ao estilo próprio.Quando o cisto for hemorrágico, significa que a pessoa se perde na hora de preservar seu estilo próprio. Não consegue preservar naturalmente aquilo que ela própria é, quando o faz exagera, ou "força a barra".
Procure fluir naturalmente ser o que é, sem agredir a ninguém, nem tampouco reprimir o seu estilo. 
Resistência àquilo que se desenrola ao redor. O padrão metafísico apresenta tendência a recusar interagir com aquilo que não gosta ou mesmo que não vai ao encontro de seus anseios, rejeição a fatos não agradáveis.
Nem sempre as coisas são como agente quer, evite o mimo. 


Saiba mais sobre o assunto no livro: Metafísica da Saúde vol.1 Autores: Valcapelli e Gasparetto.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Homeopatia e a dinamização do medicamento

É importante lembrar que a escala de potências prescritas por Kent, isto é, 30, 200, M, 10M, 50M, 100M, 500M e MM são diferentes da escala LM de Hahnemann. Kent não teve contato com a 6a. edição do Organon e não conheceu as cinquenta-milesimais. 

Após a morte de Hahnemann, cada autor que desenvolvia um método de dinamização procurava também justificativas elaboradas para proteger seu método.

O farmacêutico argentino Arturo Mendez afirmou:

"O sistema não é perfeito do ponto de vista hahnemanniano e não deve ser com ele comparado. Porém, na prática, está demonstrado seu valor terapêutico, através do uso por parte de médicos homeopatas argentinos e brasileiros. A experiência clínica no ser humano deu seu veredicto positivo. O sistema é válido." (Mendez, 1986).


sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Trate a pessoa, não a doença


A doença, embora aparentemente cruel, nos ajuda a aprender lições que precisamos saber. A doença não é punição. Ela tem finalidade de nos dar uma lição e nunca será erradicada até que a lição seja aprendida. Seu objetivo é trazer de volta o estado original de harmonia entre a personalidade e a alma. O fato de um indivíduo ainda ter vida, indica que há esperança
A cura da doença pode ser encontrada descobrindo o errado dentro de nós e erradicando esta falha pelo desenvolvimento pleno da virtude oposta. Não lutando contra o errado, mas permitindo que a virtude oposta inunde o nosso Ser e ilumine a falha de nossa natureza.
Dr. Edward Bach - Heal thyself


Para algumas pessoas ainda é difícil entender como questões emocionais podem interferir realmente na saúde de um indivíduo, e essa falta de noção é mais perigosa do que imaginamos, afinal é por causa dela que deixamos passar algumas questões que, se tratadas, poderiam nos garantir uma vida de melhor qualidade.





É comum que os padrões de reação emocional e somatizações crônicas provoquem alterações crônicas na fisiologia e, em alguns casos, até na anatomia do organismo, produzindo doenças crônicas. Nesses casos, temos certos procedimentos que devem ser feitos para atuarmos de forma realmente curativa.

Uma quantidade enorme de doenças tem bases emocionais, e estas, da mesma forma, produzem alterações fisiológicas que permitem o surgimento de dores, doenças, infecções, etc. 


Por exemplo, a tristeza e/ou a sensação de vulnerabilidade sentidas por uma criança sensível, quando precisa ficar num ambiente desconhecido, longe dos pais, produzem tensões e alterações em seu organismo que podem adoecê-la. E, em muitos desses casos, devido a mudanças nas condições de seus tecidos e órgãos (alterações no pH, no sistema imunológico, na temperatura interna etc), formam-se ambientes favoráveis para o desenvolvimento de agentes patogênicos (vírus, bactérias, fungos). 

Outra questão muito comum: 
As feridas geradas no círculo familiar causam traumas, carências profundas e vazios que nem sempre conseguimos reparar. É preciso buscar a cura para viver um presente pleno e com um futuro sadio. 

Busque um Terapeuta Homeopata para sua avaliação completa